Ads 468x60px

BOLO DE ANANÁS À MODA DE SÃO MIGUEL

Tinha um ananás dos Açores na fruteira e sabia que depois de o abrir não o íamos conseguir comer todo...por outro lado, já algum tempo que queria experimentar fazer um bolo de ananás..em tempos este bolo era um clássico nas festas de aniversário!
Procurei várias receitas e praticamente todas usavam os ovos inteiros e/ou natas até que encontrei esta no Elvira's Bistrot, e que desde já está aprovadíssima..já está no caderno das receitas...
A massa do bolo fica muito fofa e com o ananás acaba por ficar húmida....



INGREDIENTES (6 a 8 pessoas):
  • 350g de açúcar, 1 ananás dos Açores, 4 ovos, 150g de margarina vaqueiro, 200g de farinha Branca de Neve, 1 colher de chá de fermento em pó, spray Espiga para untar.
PREPARAÇÃO (1 hora):
  • Preparar o caramelo com 115g de açúcar e umas colheradas de água na própria forma onde o bolo irá cozer;
  • Optei por deixar o caramelo apenas no fundo e não barrei as paredes na forma, untei as paredes da forma com spray Espiga depois do caramelo estar pronto;
  • Cortei o ananás em rodelas de cerca de 1cm e utilizei todas as rodelas para cobrir o fundo da forma caramelizada;
  • Entretanto, bate-se a manteiga com o açúcar;
  • Juntam-se as gemas e a farinha previamente misturada com o fermento;
  • A massa vai ficar com a consistência arenosa;
  • Bater as claras em castelo e adicioná-las ao preparado anterior, sem bater;
  • Transferir a massa para a forma e levar ao forno 45 minutos a 180ºC;
  • Desenformar ainda morno para o caramelo não solidificar.











3 comentários:

LuisaAlexandra disse...

O teu bolo ficou mesmo bonito, que delícia!

Jorge de Sequeira disse...

As 115 g de açúcar para o caramelo são separadas das 350 g? E a quantidade da farinha de trigo pode ser inferior (e muito) à do açúcar? Por favor peço que me informe. Agradeço!

Blog Livro de Receitas [da Lene] disse...

Olá, Jorge! Sim, o açúcar para o caramelo é retirado dos 350g referidos nos ingredientes.
Eu tenho sempre feito a receita com esta quantidade de farinha e a verdade é que resulta na perfeição, pela própria textura com a massa fica. Na minha opinião não alterava a quantidade de farinha mas é uma questão do Jorge experimentar ;)
Bons cozinhados e obrigado pela visita!!!

Enviar um comentário